A família e a educação de hoje

A educação e os conceitos de família estão sempre em transformação. Hoje em dia parece ser um desafio ainda maior educar os nossos filhos. Vivemos na era da informação, do consumismo desenfreado, do preconceito mascarado e de grandes transições que afetam a vida familiar e o processo educacional. O fato é que os valores éticos da sociedade contemporânea estão em crise, de modo que fica complicado saber lidar com os filhos. Os pais precisam ficar atentos a tudo o que ocorre na aldeia global. A escola e os pais precisam começar a abordar questões mais sociais.

Na Educação Infantil, o ideal é usar o lúdico e a visão de Paulo Freire que, como sabemos, considera válidas todas as formas de conhecimento, questão essa que ajuda no desenvolvimento da criança. Os pais desses alunos precisam praticar a liberdade, mas também saber impor os limites de comportamento desde cedo.

No Ensino Fundamental I, levando em conta o pensamento do grande educador Içami Tiba, a família deve focar no afeto, na relação mais próxima com as suas crianças. Conversem mais com os seus filhos e levem à sério suas opiniões. Vivemos um período de insegurança, razão pela qual o filho precisa de todo o suporte do seu núcleo familiar para crescer bem e com qualidade.

No Ensino Fundamental II, os meninos e meninas já estão maiores, e os pais precisam ficar de olho em suas escolhas e posturas, além de se mostrarem presentes nas atividades cotidianas e da escola.

No Ensino médio, por sua vez, é comum os pais deixarem de acompanhar ativamente os filhos, logo em uma fase decisiva, onde a vida adulta começa a florescer. Não cometa esse erro. Segundo a psicóloga Juliana Diógenes, nessa fase os jovens são influenciados por uma miríade de coisas e, por isso, a família, sobretudo os pais, precisam ser o ponto de equilíbrio para a educação do adolescente pensando em seu futuro.

A importância do núcleo familiar é a base para um desenvolvimento forte e sadio das crianças, jovens e adolescentes. A família é a referência, o modelo, o exemplo do que eles farão quando adultos. A imporância de estarem sempre juntos e trocarem idéias, conversarem sobre os valores, acompanhar como está o desenvolvimento na escola, ou até mesmo na universidade dará ao jovem a segurança de como agir pois os pais foram modelos a serem seguidos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu