As cores estimulam o aprendizado?

O aprendizado por meio das cores é inserido no processo de desenvolvimento intelectual desde a infância. As cores estimulam a atividade cerebral e, com isso, melhoram o desempenho do aprendizado de um indivíduo, pois o cérebro ainda em formação começa a identificar, diferenciar e até definir preferências também por meio das cores.

Um exercício simples é a relação de sensações com o que é colorido. O vermelho, por exemplo, é uma cor quente e traz a ideia de intranquilidade e tensão. O azul é uma cor mais suave, remete ao céu, paz e passa a sensação de harmonia. As cores funcionam como conexões com situações que vivemos no dia a dia. E, combinadas, trazem um sentimento de entusiasmo.

Cores quentes ou frias podem estimular ou desestimular pessoas, involuntariamente, até mesmo durante o processo de aprendizado. A cor não é algo decorativo e, sim, psicológico. Cada uma representa uma sensação diferente e pode ajudar em pequenas ou complexas questões.

É inquestionável que no ensino é preciso ter criatividade para variar e atrair a atenção do aluno para novas descobertas. Estudos apontam que cores quentes facilitam o aprendizado: vermelho, laranja e amarelo despertam maior interesse.

Um ambiente decorado com objetos coloridos é capaz de estimular muito mais a aprendizagem que um ambiente monocromático, inclusive porque transmite muito mais alegria. As cores estimulam o sentido visual e a criatividade, além de evitar o cansaço, pois são uma forma de entretenimento. As crianças tendem a se recordar muito mais das imagens coloridas que dos estímulos verbais.

O Colégio Bastos Maia incentiva os seus alunos e professores o uso dos lápis, canetinhas e objetos coloridos, pinturas com giz e tintas é uma forma bastante produtiva de incentivar a criatividade na realização das atividades escolares. As cores são muito benéficas no processo de aprendizagem, além de trazerem mais alegria. O mundo alegre e colorido é um mundo melhor de se viver! 

Deixe uma resposta

Fechar Menu