Festa Junina e as suas origens históricas

Quando a metade do ano começa a chegar, decorações juninas já começam a aparecer na escola. A festa junina é um evento bastante festejado pelo país, e nas escolas é um evento importante. Acontecem danças, feiras e todo tipo de coisa durante a festa, que chama a atenção da criançada e diverte todo mundo. Essa festa também tem origens históricas bem interessantes, confira algumas delas abaixo.

Antes mesmo de tornarem-se festas religiosas, as festas juninas já existiam. Elas eram celebradas por povos pagãos durante o solstício de verão. Durante a Idade Média, a Igreja Católica adaptou o período de festas para homenagear São João Batista. Essa é inclusive uma das teorias que explica de onde o nome junina surgiu. Os portugueses que colonizaram o Brasil eram provenientes de um país católico, e trouxeram seus costumes para cá. Um deles era a festa junina que é mantida até hoje. Cada estado comemora a festa de seu jeito, todos eles cheios de cultura e história. Os principais costumes presentes nas festas juninas são:

  • Fogueira: “Acende a fogueira, nasceu João Batista!”  Esta foi a ordem dada por Izabel assim que deu a luz a João Batista, em 24 de junho. A fogueira foi para avisar a Maria, que estava em outro lado do vale. Maria também estava grávida: seis meses depois, nasceria Jesus, primo de João Batista.
  • Balão: balões são costumes das festas juninas, mesmo que agora ilegais no Brasil. Antigamente algumas cidades portuguesas costumavam lançar balões para avisar quem estivesse perto que a festa tinha começado.
  • Quadrilha: a dança que as crianças fazem na escola não é só uma coisa engraçadinha não. Na Europa ela era uma dança típica dos camponeses que comemoravam as festas juninas. Os portugueses a trouxeram para o Brasil. Hoje elas foram adaptadas para contar “histórias” de camponeses e falar de seus costumes.
  • Quermesse: esse é o nome dado a algumas festas religiosas. No estado de São Paulo, muitas igrejas realizam quermesses para comemorar o dia de São João.

No Nordeste do país as festas são um pouco diferentes. A festa junina por lá é um evento grande que atrai locais e turistas para dançar forró, xote e baião. Essas festas são feitas em homenagem a São João e também para agradecer pela chuva que vem depois de longas estiagens.

Deixe uma resposta

Fechar Menu