O papel da sociologia para a educação

Compreender a vida social e as regras dos grupos e da sociedade por vezes pode parecer complexo. A sociologia está presente para auxiliar nessa missão. É a ciência que se debruça para avaliar a interação entre os indivíduos, as instituições, grupos e associações que são construídas – envolvendo relações na família, estruturação das empresas, comportamentos religiosos e atribuições da política.

Para se ter ideia da importância da sociologia, desde 2008 ela passou a integrar o currículo do ensino médio de forma obrigatória. Ao longo do ensino infantil e fundamental a participação dos pais é essencial, os conceitos da disciplina precisam ser introduzidos de forma leve, abordando questões como respeito ao próximo, regras de trânsito, questões sobre cidadania, etc. Com essas intervenções desde cedo a criança passará a compreender o funcionamento da sociedade e refletir a respeito dela, a respeito de cenários e situações do dia a dia, como exclusões sociais, conflitos entre grupos, insegurança, etc. Além do mais, a sociologia é peça-chave para ensinar e estimular o espírito de cooperação, incitar a responsabilidade, perceber porque é importante cumprir regras e despertar a necessidade de cuidar do lugar em que se vive.

No caso dos adolescentes, que estão vivenciando um período de inúmeras modificações tanto físicas quanto psicológicas, podendo gerar um número maior de questionamentos, essa ciência os torna mais humanos, com ensinamentos que ajudam a compreender porque cada um é diferente do outro, principalmente no sentido de perspectivas e planos, a importância de conviver harmonicamente num mesmo espaço independentemente das diferenças e, mais importante ainda, permite que o jovem entenda sobre até onde vai sua liberdade e como ela pode afetar as pessoas.

Ao se ter ideia desse todo da sociedade, fica mais simples estar situado e se ajustar às situações, desenvolver o senso crítico sobre as circunstâncias e sobre si mesmo, ter claramente definido o que é público e o que é privado, etc. É a sociologia que trabalha mais profundamente com a questão de afastar o aluno do senso comum, deixando-o apto a elaborar suas próprias opiniões a respeito da sociedade, algo imensamente útil para situações como o mercado de trabalho e as decisões políticas que ocorrem ao longo da vida.

Deixe uma resposta

Fechar Menu