Contribuições de Albert Einstein para a ciência

Um dos maiores físicos de todos os tempos, uma das 100 maiores personalidades da história (segundo os maiores cientistas do mundo e a população em geral) e o Prêmio Nobel de Física de 1921, nasceu na cidade de Ulm, território de Württemberg, sudoeste da Alemanha. Era casado e pai de três filhos, oficialmente. Era filho de imigrantes judeus e, segundo a história, era considerado um problema pela família, por não conseguir estabelecer-se profissionalmente durante a juventude.

Foi professor substituto, sempre de forma provisória, mas foi como assistente de patentes que desenvolveu sua impressionante capacidade de concisão. Em uma das suas célebres frases, disse que “Queria conhecer as ideias de Deus de forma matemática”. E, sem dúvida, foi o ser vivo que mais se "aproximou" disso. Dentre as principais contribuições de Einstein para a ciência, estão:

  1. Em 1905 formulou a teoria que diz que a luz é o resultado da emissão de partículas de fótons; partículas que criam as condições para a força eletromagnética e que precede a teoria da Física Quântica. Essa teoria criou as condições para a invenção da TV, do raio laser, dos satélites, das bases para as telecomunicações e de todos os equipamentos que funcionam por intermédio da luz.
  2. Foi o primeiro cientista a demonstrar a existência do átomo, que até então era considerado uma mera especulação. Mediu seu tamanho, sua mobilidade e, portanto, abriu caminho para todas as futuras descobertas moleculares e da Física Quântica.
  3. Uma das principais contribuições de Einstein para a Ciência, E=mc2, é a fórmula matemática mais famosa do mundo, que diz que a matéria pode se transformar em energia, assim como a energia pode se transformar em matéria. Demonstrou que uma simples partícula de matéria pode gerar uma quantidade colossal de energia; teoria que abriu a possibilidade, entre outras coisas, para a criação da bomba atômica e de todas as demais utilidades das reações nucleares.
  4. A Teoria da Relatividade (1917), que, segundo os maiores especialistas em Física, virou o mundo de ponta-cabeça, pois demonstrou que quanto mais rápida é a movimentação de um corpo, mais lenta é a percepção da passagem do tempo e, consequentemente, a observação dos efeitos dele. Significa dizer que o espaço e o tempo estão interligados (espaço-tempo) e que, portanto, o tempo passa mais rápido quando se está parado do que em movimento. Ex: Seguindo numa viagem pelo espaço a 1 bilhão de km/h, ao voltar, estaríamos 10 anos mais novos do que as pessoas que ficaram, pois o tempo teria passado mais rápido para elas.
  5. Uma das maiores contribuições de Einstein para a ciência, foi, ironicamente, demolir a Teoria da Gravidade, formulada pelo Pai da Ciência Moderna, Isaac Newton. Nela, Einstein nos diz que ao invés de sermos puxados para a terra por uma força, somos empurrados para baixo pelo espaço à nossa volta, devido a uma espécie de modificação do espaço na presença de algum corpo.

Einstein faleceu em 18 de março de 1955, nos Estados Unidos, sendo considerado o Pai da Ciência Moderna. Suas descobertas revolucionaram o mundo e servem ainda hoje de inspirição para os cientistas modernos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu