Principais artistas do Renascimento na Europa

O Renascimento foi um período que ocorreu entre os séculos XIV e XVI, no qual ocorreram diversas transformações no pensamento artístico, social, cultural, político e religioso na Europa. O Renascimento cultural manifestou-se na Toscana, tendo como principais centros as cidades de Florença e Siena, de onde se espalhou pelo resto da Itália e posteriormente para todos os países da Europa.

Na história das artes, vários artistas ficaram famosos com suas obras, tais como pinturas, esculturas, como o Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Rafael, Donatello e Botticelli. O pintor Leonardo da Vinci é o símbolo do período Renascentista. Além de suas pinturas e esculturas, Leonardo se dedicava à engenharia, à matemática, à literatura, à música e às invenções. Suas pinturas são as mais famosas e reproduzidas do planeta como a clássica “Monalisa” e “Última Ceia”. Michelangelo é outro pintor importante e destaque no período renascentista. Ele se dedicou nos anos de 1508 a 1512 à pintura do teto da Capela Sistina, usando temas do Antigo Testamento da Bíblia, o que lhe rendeu fama.

Mas fora da Itália também houve outros artistas importantes como Albrecht Dürer (atual Alemanha); Hieronymus Bosch (Países Baixos); Jan Van Eyck (Bélgica) e Nuno Gonçalves (Portugal). As obras de Bosch foram reproduzidas com um tom de sátira, com muitos detalhes, utilizando-se da técnica do naturalismo e da perspectiva. Por sua vez, o pintor Van Eyck utilizava-se da madeira para pintar com brilho e profundidade. O artista Nuno Gonçalves é reconhecido com o criador da Escola de Pintura Portuguesa, e possui a obra famosa conhecida como os Painéis de S. Vicente de Fora, sendo que o artista era conhecido por ser muito enigmático. Por fim, o pintor Alfred Dürer era famoso por entalhar os cantos de suas telas e se utilizar da técnica de sombra e textura. Ele traçava as gravuras em cima de uma chapa fina de madeira, depois fazia os relevos em tinta, para posteriormente passar as figuras para o papel. Ademais, nos quadros do artista, os detalhes eram priorizados de forma minimalista. Ele foi um dos pioneiros no uso do processo da água-forte em metal e também fazia anotações e estudo dos fenômenos naturais.

Conhecer sobre arte e história é fundamental para a educação do seu filho. No Colégio Bastos Maia, as crianças contam com professores especializados nessas áreas, o que resulta num aprendizado amplo e bem estruturado. Para conhecer mais, acesse: www.bastosmaia.com.br.

Deixe uma resposta

Fechar Menu